CINE PASEO

SALA 1

O ESTRANHO QUE NÓS AMAMOS (The Beguiled)

De Sofia Coppola. Com Colin Farrell, Nicole Kidman, Kirsten Dunst. EUA, 2017. Virginia, 1864, um cabo da União ferido é encontrado em um bosque e levado para a casa um internato de mulheres gerenciado por Martha Farnsworth. Lá, elas decidem cuidá-lo para que, após se recuperar, seja entregue às autoridades. Só que, aos poucos, cada uma delas demonstra interesses e desejos pelo homem da casa, especialmente Edwina e Alicia. 1h33. 14 anos.

Porque assistir:
- Baseado no romance homônimo de Thomas P. Cullinan, publicado em 1966, o filme de Sofia Coppola (Vencedora do prêmio de direção em Cannes 2017) explora um lado ausente na narrativa do autor e também no filme de Don Siegel, de 1971. Isso porque a diretora, conhecida por seu ativismo em suas narrativas, optou por contar a história do ponto de vista das mulheres da casa e não do soldado ferido. O discurso feminista é inteligente e está nas entrelinhas.

Exceto domingo - 10:50

MONSIEUR & MADAME ADELMAN – UMA HISTÓRIA DE AMOR DO INÍCIO AO FIM (Monsier & Madame Adelman)

De Nicolas Bedos. Com Doria Tillier, Nicolas Bedos. França, 2016. Por mais de 45 anos, Sarah e Victor estiveram juntos. Como eles conseguiram isso? Quem realmente é Sarah, essa mulher enigmática que sempre viveu na sombra do seu marido? Amor, ambição, traição e segredos alimentam a odisseia deste casal incomum. 02h00. 16 anos.

Porque assistir:
- Sobre o tema do amor irreversível e do casamento doloroso o filme é uma delicada homenagem às mulheres das sombras atrás de homens solares.

Exceto domingo - 12:35

COLUMBUS (Columbus)

De Kogonada. Com John Cho. EUA, 2017. Casey vive com sua mãe em uma cidade assombrada pela promessa de modernismo. Jin, um visitante do outro lado do mundo, visita seu pai que está quase falecendo. Sobrecarregados pelo peso do futuro, eles encontram refúgio um no outro e na arquitetura que os rodeia. 1h44. 14 anos.

Porque assistir:
- Terceiro filme mais bem avaliado do ano, Columbus foi descrito pela revista Rolling Stone como "Único e inesquecível. É puro cinema."

Diariamente - 14:50

O FILME DA MINHA VIDA

De Selton Mello. Com Vincent Cassel, Selton Mello. Brasil, 2016. O jovem Tony decide retornar a Remanso, Serra Gaúcha, sua cidade natal. Ao chegar, ele descobre que Nicolas, seu pai, voltou para França alegando sentir falta dos amigos e do país de origem. Tony acaba tornando-se professor, e vê-se em meio aos conflitos e inexperiências juvenis. 1h53. 14 anos.

Porque assistir:
- Terceiro longa do talentoso diretor Selton Mello. "Cheio de afeto", foram as palavras usadas pelo crítico de cinema Pablo Villaça para descrever a beleza de O Filme da Minha Vida! O crítico avaliou o filme com 5 estrelas, nota máxima!

Diariamente - 16:45

COMO NOSSOS PAIS

De Laís Bodanzky. Com Maria Ribeiro, Paulo Vilhena. Brasil, 2017. Rosa, 38 anos, é uma mulher que se encontra em uma fase peculiar de sua vida, marcada por conflitos pessoais e geracionais: ao mesmo tempo em que precisa desenvolver sua habilidade como mãe de suas filhas, manter seus sonhos, seus objetivos profissionais e enfrentar as dificuldades do casamento, Rosa também continua sendo filha de sua mãe, Clarice, com quem possui uma relação cheia de conflitos. 1h42. 14 anos.

Porque assistir:
- O filme desperta reflexões sobre empoderamento feminino, obsolescência da estrutura familiar patriarcal e relacionamentos monogâmicos. Grande vencedor do Festival de Gramado, levou o Kikito nas categorias: melhor filme, melhor direção (Laís Bodanzky), melhor atriz (Maria Ribeiro), melhor ator (Paulo Vilhena), melhor atriz coadjuvante (Clarisse Abujamra) e melhor montagem (Rodrigo Menecucci).

Diariamente - 18:50

BINGO - O REI DAS MANHÃS

De Daniel Rezende. Com Vladimir Brichta, Leandra Leal. Brasil, 2017. Cinebiografia de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo durante a década de 1980. Barreto alcançou a fama graças ao personagem, mas a frustração de não ser reconhecido o levou a se envolver com drogas. 1h51. 16 anos.

Porque assistir:
- Augusto é intempestivo, debochado, irreverente, sedutor e inconsequente. Assim também é este longa, com exceção deste último quesito: o diretor sabe muito bem o que está buscando, e cada passo, cena ou tomada é resultado de muito estudo e análise.

Diariamente - 20:45

Local:

Shopping Paseo Itaigara, Rua Rubens Guelli, 135
Tel: 557130156867
Estacionamento Gratuito: Shopping Paseo

CINE PASEO

SALA 2

ATÉ NUNCA MAIS (À Jamais)

De Benoît Jacquot. Com Mathieu Amalric, Julia Roy. França, Portugal, 2016. Cineasta e performancer moram em uma grande casa isolada pelo mar, até o dia que ele morre. Sem saber a causa da morte, Laura, aos poucos, vai se perdendo. Porém, seu marido falecido está lá por e para ela, como um longo sonho que quer que ela sobreviva. 1h30. 14 anos.

Porque assistir:
- De Benoît Jacquot ("Diário de Uma Camareira", 2015, "Adeus Minha Rainha", 2011). O filme é uma tentativa de representar fisicamente o estado mental delirante de uma jovem mulher que perde o homem que ama e que se dedica a vivê-lo por si mesma para sobreviver à perda. Seleção oficial do Festival de Toronto e Veneza 2016.

Exceto domingo - 11:20

BYE BYE ALEMANHA (Es war einmal in Deutschland)

De Sam Garbarski. Com Moritz Bleibtreu, Antje Traue. Luxemburgo, Bélgica, Alemanha. 2017. David Berman e seus seis amigos judeus só têm um propósito em mente: conseguir finalmente ir embora da Alemanha. Para isso, encontram apenas uma saída: começar a vender confecções para mulheres alemãs. 01:42. 14 anos.

Porque assistir:
- Selecionado para o Festival de Berlim 2017. Foi o filme de abertura do 21º Festival Judaico de São Paulo. Um dos méritos de “Bye Bye Alemanha” é tratar com respeito, mas sem muita dramaticidade, um assunto grave.

Diariamente - 13:00

LADY MACBETH (Lady MacBeth)

De William Oldroyd. Com Florence Pugh, Cosmo Jarvis. Reino Unido, 2017. Katherine está presa a um casamento de conveniência, a jovem agora se vê integrante de uma família sem amor. É só quando ela embarca em um caso extraconjugal que as coisas começam a mudar. Ela só não contava que isso iria desencadear em tragédia. 1h30. 14 anos.

Porque assistir:
- O roteiro é uma obra-prima, primeiro porque é direto e enxuto na construção do arco dramático, segundo porque sabe criar um discurso de empoderamento feminino sem ser panfletário.

Diariamente - 14:55

SAINT AMOUR – NA ROTA DO VINHO (Saint Amour)

De Benoît Delépine, Gustave Kervern. Com Gérard Depardieu, Benoît Poelvoorde. França, Bélgica, 2016. Odiado pelo filho Bruno e triste por vê-lo entregue ao alcoolismo e desânimo, Jean aproveita o tempo livre durante uma feira de negócios agrícolas em Paris para fazer com o herdeiro uma turnê pela região vinícola da França. Usando o taxista Mike como motorista, os dois vivem uma intensa jornada que rende perrengues, revelações, desventuras amorosas e a sonhada aproximação. 1h42. 14 anos.

Porque assistir:
- A química do duo protagonista também potencializa a comicidade regada a vinho das situações propostas pelo roteiro, gerando piadas genuinamente engraçadas, como a sequência em que Bruno descreve os dez estágios da embriaguez. O filme explora um universo pouco abordado até agora por Benoît Delépine e Gustave Kervern: a mulher e os belos sentimentos inspirados por ela.

Diariamente - 16:35

UMA MULHER FANTÁSTICA (Una Mujer Fantástica)

De Sebastián Lelio. Com Daniela Vega, Francisco Reyes. Chile, Alemanha, Espanha, EUA, 2017. Marina é uma garçonete transexual que passa boa parte dos seus dias buscando seu sustento. Seu verdadeiro sonho é ser uma cantora de sucesso e, para isso, canta durante a noite em diversos clubes de sua cidade. O problema é que, após a inesperada morte de seu namorado e maior companheiro, sua vida dá uma guinada total. 1h44. 14 anos.

Porque assistir:
- De Sebastián Lelio ("Gloria", 2013), o filme ganhou Urso de Prata de Melhor Roteiro, Prêmio Teddy de Melhor Filme e Menção Honrosa no Prêmio do Júri Ecumênico no Festival de Berlim 2017. “Constitui um belo retrato de personagens e uma potente descrição da transexualidade” – ADOROCINEMA.

Diariamente - 18:30

RODIN (Rodin)

De Jacques Doillon. Com Vincent Lindon, Izïa Higelin. França, 2017. Em 1880, o escultor Auguste Rodin já é bastante conhecido, mas nunca conseguiu nenhuma encomenda do Estado. Esta oportunidade chega aos 40 anos de idade, com a escultura "La Porte de l'Enfer". Enquanto trabalha, ao lado da esposa Rose Beuret, apaixona-se pela aluna Camille Claudel, sua aprendiz mais talentosa, que se torna sua amante. 1h44. 14 anos.

Porque assistir:
- Seleção de Cannes 2017, Rodin foi um dos sucessos do Festival Varilux deste ano.

Apenas domingo - 20:25

O CASTELO DE VIDRO (The Glass Castle)

De Destin Daniel Cretton. Com Brie Larson, Woody Harrelson, Naomi Watts. EUA, 2017. A trama retrata a rotina de uma família instável e nômade, a partir da perspectiva de jornalista Jeannette. Enquanto o pai alcoólatra (Woody Harrelson) desperta a imaginação e a esperança das crianças como distração para a pobreza que assola a família, a mãe (Naomi Watts) projeta seu jeito artístico e excêntrico na criação dos filhos. 1h42. 14 anos.

Porque assistir:
- O longa foi produzido por Gil Netter, mesmo produtor de grandes lançamentos como “As Aventuras de Pi” e “Um Sonho Possível”.

Exceto domingo - 20:25

Local:

Shopping Paseo Itaigara, Rua Rubens Guelli, 135
Tel: 557130156867
Estacionamento Gratuito: Shopping Paseo

CINEMA DA UFBA

ATÉ NUNCA MAIS (À Jamais)

De Benoît Jacquot. Com Mathieu Amalric, Julia Roy. França, Portugal, 2016. Cineasta e performancer moram em uma grande casa isolada pelo mar, até o dia que ele morre. Sem saber a causa da morte, Laura, aos poucos, vai se perdendo. Porém, seu marido falecido está lá por e para ela, como um longo sonho que quer que ela sobreviva. 1h30. 14 anos.

Porque assistir:
- De Benoît Jacquot ("Diário de Uma Camareira", 2015, "Adeus Minha Rainha", 2011). O filme é uma tentativa de representar fisicamente o estado mental delirante de uma jovem mulher que perde o homem que ama e que se dedica a vivê-lo por si mesma para sobreviver à perda. Seleção oficial do Festival de Toronto e Veneza 2016.

Apenas quinta, sábado, segunda e quarta - 13:30

O ESTRANHO QUE NÓS AMAMOS (The Beguiled)

De Sofia Coppola. Com Colin Farrell, Nicole Kidman, Kirsten Dunst. EUA, 2017. Virginia, 1864, um cabo da União ferido é encontrado em um bosque e levado para a casa um internato de mulheres gerenciado por Martha Farnsworth. Lá, elas decidem cuidá-lo para que, após se recuperar, seja entregue às autoridades. Só que, aos poucos, cada uma delas demonstra interesses e desejos pelo homem da casa, especialmente Edwina e Alicia. 1h33. 14 anos.

Porque assistir:
- Baseado no romance homônimo de Thomas P. Cullinan, publicado em 1966, o filme de Sofia Coppola (Vencedora do prêmio de direção em Cannes 2017) explora um lado ausente na narrativa do autor e também no filme de Don Siegel, de 1971. Isso porque a diretora, conhecida por seu ativismo em suas narrativas, optou por contar a história do ponto de vista das mulheres da casa e não do soldado ferido. O discurso feminista é inteligente e está nas entrelinhas.

Apenas sexta, domingo e terça - 13:30

BINGO - O REI DAS MANHÃS

De Daniel Rezende. Com Vladimir Brichta, Leandra Leal. Brasil, 2017. Cinebiografia de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo durante a década de 1980. Barreto alcançou a fama graças ao personagem, mas a frustração de não ser reconhecido o levou a se envolver com drogas. 1h51. 16 anos.

Porque assistir:
- Augusto é intempestivo, debochado, irreverente, sedutor e inconsequente. Assim também é este longa, com exceção deste último quesito: o diretor sabe muito bem o que está buscando, e cada passo, cena ou tomada é resultado de muito estudo e análise.

Diariamente - 15:15

LADY MACBETH (Lady MacBeth)

De William Oldroyd. Com Florence Pugh, Cosmo Jarvis. Reino Unido, 2017. Katherine está presa a um casamento de conveniência, a jovem agora se vê integrante de uma família sem amor. É só quando ela embarca em um caso extraconjugal que as coisas começam a mudar. Ela só não contava que isso iria desencadear em tragédia. 1h30. 14 anos.

Porque assistir:
- O roteiro é uma obra-prima, primeiro porque é direto e enxuto na construção do arco dramático, segundo porque sabe criar um discurso de empoderamento feminino sem ser panfletário.

Exceto quinta - 17:15

COLUMBUS (Columbus)

De Kogonada. Com John Cho. EUA, 2017. Casey vive com sua mãe em uma cidade assombrada pela promessa de modernismo. Jin, um visitante do outro lado do mundo, visita seu pai que está quase falecendo. Sobrecarregados pelo peso do futuro, eles encontram refúgio um no outro e na arquitetura que os rodeia. 1h44. 14 anos.

Porque assistir:
- Terceiro filme mais bem avaliado do ano, Columbus foi descrito pela revista Rolling Stone como "Único e inesquecível. É puro cinema."

Exceto quinta - 18:55

CINEMAS EM REDE - ABAIXANDO A MÁQUINA

De Guillermo Planel, Renato de Paula. Doc. Brasil, 2008. O documentário acompanha o cotidiano de vários fotojornalistas dos principais jornais do Rio de Janeiro. O filme expõe os dilemas, sentimentos e conflitos vivenciados pelos profissionais. Com depoimentos de Evandro Teixeira, Flávio Damm e Marcia Foletto. 1h05.

Porque assistir:
- - Sessão + Debate (Entrada Gratuita).

Apenas quinta - 19:00

COMO NOSSOS PAIS

De Laís Bodanzky. Com Maria Ribeiro, Paulo Vilhena. Brasil, 2017. Rosa, 38 anos, é uma mulher que se encontra em uma fase peculiar de sua vida, marcada por conflitos pessoais e geracionais: ao mesmo tempo em que precisa desenvolver sua habilidade como mãe de suas filhas, manter seus sonhos, seus objetivos profissionais e enfrentar as dificuldades do casamento, Rosa também continua sendo filha de sua mãe, Clarice, com quem possui uma relação cheia de conflitos. 1h42. 14 anos.

Porque assistir:
- O filme desperta reflexões sobre empoderamento feminino, obsolescência da estrutura familiar patriarcal e relacionamentos monogâmicos. Grande vencedor do Festival de Gramado, levou o Kikito nas categorias: melhor filme, melhor direção (Laís Bodanzky), melhor atriz (Maria Ribeiro), melhor ator (Paulo Vilhena), melhor atriz coadjuvante (Clarisse Abujamra) e melhor montagem (Rodrigo Menecucci).

Exceto quinta - 20:50

Local:

Av. Reitor Miguel Calmon, s/n. Vale do Canela. Ao lado das Faculdades de Educação e Administração – PAC (Pavilhão de Aulas do Canela)
Tel: 557132372331
Estacionamento Gratuito: estacionamento do PAC

CINEMA DO MUSEU

BYE BYE ALEMANHA (Es war einmal in Deutschland)

De Sam Garbarski. Com Moritz Bleibtreu, Antje Traue. Luxemburgo, Bélgica, Alemanha. 2017. David Berman e seus seis amigos judeus só têm um propósito em mente: conseguir finalmente ir embora da Alemanha. Para isso, encontram apenas uma saída: começar a vender confecções para mulheres alemãs. 01:42. 14 anos.

Porque assistir:
- Selecionado para o Festival de Berlim 2017. Foi o filme de abertura do 21º Festival Judaico de São Paulo. Um dos méritos de “Bye Bye Alemanha” é tratar com respeito, mas sem muita dramaticidade, um assunto grave.

Apenas sábado, domingo e segunda - 13:30

A GENTE

De Aly Muritiba. Brasil, 2012. O diretor Aly Muritiba trabalhou em uma prisão como integrante da Equipe Alfa. Ele retorna, como cineasta, ao seu antigo local de trabalho para documentar a rotina dos 28 homens e mulheres, que integram a Equipe Alfa, responsável pela custódia de mais de mil criminosos de uma penitenciária brasileira. 1h39. 14 anos.

Porque assistir:
- Sessão + Bate Papo com o diretor Aly Muritiba (Agentes penitenciários pagam meia-entrada).

Exceto terça e quarta - 15:20

COMO NOSSOS PAIS

De Laís Bodanzky. Com Maria Ribeiro, Paulo Vilhena. Brasil, 2017. Rosa, 38 anos, é uma mulher que se encontra em uma fase peculiar de sua vida, marcada por conflitos pessoais e geracionais: ao mesmo tempo em que precisa desenvolver sua habilidade como mãe de suas filhas, manter seus sonhos, seus objetivos profissionais e enfrentar as dificuldades do casamento, Rosa também continua sendo filha de sua mãe, Clarice, com quem possui uma relação cheia de conflitos. 1h42. 14 anos.

Porque assistir:
- O filme desperta reflexões sobre empoderamento feminino, obsolescência da estrutura familiar patriarcal e relacionamentos monogâmicos. Grande vencedor do Festival de Gramado, levou o Kikito nas categorias: melhor filme, melhor direção (Laís Bodanzky), melhor atriz (Maria Ribeiro), melhor ator (Paulo Vilhena), melhor atriz coadjuvante (Clarisse Abujamra) e melhor montagem (Rodrigo Menecucci).

Diariamente - 17:00

O FILME DA MINHA VIDA

De Selton Mello. Com Vincent Cassel, Selton Mello. Brasil, 2016. O jovem Tony decide retornar a Remanso, Serra Gaúcha, sua cidade natal. Ao chegar, ele descobre que Nicolas, seu pai, voltou para França alegando sentir falta dos amigos e do país de origem. Tony acaba tornando-se professor, e vê-se em meio aos conflitos e inexperiências juvenis. 1h53. 14 anos.

Porque assistir:
- Terceiro longa do talentoso diretor Selton Mello. "Cheio de afeto", foram as palavras usadas pelo crítico de cinema Pablo Villaça para descrever a beleza de O Filme da Minha Vida! O crítico avaliou o filme com 5 estrelas, nota máxima!

Exceto quinta - 18:50

NOITE CURTA

Lançamento de 04 curtas baianos. São eles: Olho Pra Você (2017) de Alonso Jabar e Adriana Britto; Fúria (2017) de Bruno Masi; Escape (2013) de Alexandre Guena; Identidade (2017) de Eduardo Oliveira e Portal (2017) de Bruno Masi.

Porque assistir:
- Sessão + Bate papo.

Apenas quinta - 19:00

GLORY (Glory)

De Kristina Grozeva, Petar Valchanov. Com Margita Gosheva. Bulgária, Grécia, 2016. Tsanko Petrov encontrou uma grande quantia de dinheiro e decidiu entregar tudo à polícia. Como recompensa, recebe um novo relógio de pulso. O problema é que a chefe do departamento de relações públicas do Ministério dos Transportes, perdeu o antigo relógio de Petrov, fazendo com que ele inicie uma busca desenfreada pelo objeto. 1h41. 14 anos.

Porque assistir:
- O enredo de Glory foi construído em cima de um fato real que ocorreu na Búlgaria e aborda temas éticos e morais, levantando questões bastante pertinentes sobre honestidade e respeito ao próximo. Um filme profundo e inteligente que, inevitavelmente, fará o espectador questionar a sua própria moral.

Apenas domingo - 20:55

UMA MULHER FANTÁSTICA (Una Mujer Fantástica)

De Sebastián Lelio. Com Daniela Vega, Francisco Reyes. Chile, Alemanha, Espanha, EUA, 2017. Marina é uma garçonete transexual que passa boa parte dos seus dias buscando seu sustento. Seu verdadeiro sonho é ser uma cantora de sucesso e, para isso, canta durante a noite em diversos clubes de sua cidade. O problema é que, após a inesperada morte de seu namorado e maior companheiro, sua vida dá uma guinada total. 1h44. 14 anos.

Porque assistir:
- De Sebastián Lelio ("Gloria", 2013), o filme ganhou Urso de Prata de Melhor Roteiro, Prêmio Teddy de Melhor Filme e Menção Honrosa no Prêmio do Júri Ecumênico no Festival de Berlim 2017. “Constitui um belo retrato de personagens e uma potente descrição da transexualidade” – ADOROCINEMA.

Exceto quinta e domingo - 20:55

Local:

Av. 7 de Setembro 2195, Corredor da Vitória. Museu Geológico
Tel: 557133382241

CINE XIV

O FILME DA MINHA VIDA

De Selton Mello. Com Vincent Cassel, Selton Mello. Brasil, 2016. O jovem Tony decide retornar a Remanso, Serra Gaúcha, sua cidade natal. Ao chegar, ele descobre que Nicolas, seu pai, voltou para França alegando sentir falta dos amigos e do país de origem. Tony acaba tornando-se professor, e vê-se em meio aos conflitos e inexperiências juvenis. 1h53. 14 anos.

Porque assistir:
- Terceiro longa do talentoso diretor Selton Mello. "Cheio de afeto", foram as palavras usadas pelo crítico de cinema Pablo Villaça para descrever a beleza de O Filme da Minha Vida! O crítico avaliou o filme com 5 estrelas, nota máxima!

Quinta a domingo - 15:00

UMA MULHER FANTÁSTICA (Una Mujer Fantástica)

De Sebastián Lelio. Com Daniela Vega, Francisco Reyes. Chile, Alemanha, Espanha, EUA, 2017. Marina é uma garçonete transexual que passa boa parte dos seus dias buscando seu sustento. Seu verdadeiro sonho é ser uma cantora de sucesso e, para isso, canta durante a noite em diversos clubes de sua cidade. O problema é que, após a inesperada morte de seu namorado e maior companheiro, sua vida dá uma guinada total. 1h44. 14 anos.

Porque assistir:
- De Sebastián Lelio ("Gloria", 2013), o filme ganhou Urso de Prata de Melhor Roteiro, Prêmio Teddy de Melhor Filme e Menção Honrosa no Prêmio do Júri Ecumênico no Festival de Berlim 2017. “Constitui um belo retrato de personagens e uma potente descrição da transexualidade” – ADOROCINEMA.

Quinta a domingo - 17:00

CORPO ELÉTRICO

De Marcelo Caetano. Com Kelner Macêdo, Lucas Andrade. Brasil, 2017. Elias (Kelner Macêdo) é o jovem criador de uma fábrica de confecção roupas no centro de São Paulo. Ele mantém pouco contato com a família na Paraíba, e passa seus dias entre o trabalho e os encontros com outros homens. Enquanto reflete sobre as possibilidades de futuro, começa a ficar cada vez mais próximo dos colegas da fábrica, e vê os amigos seguirem caminhos diferentes dos seus. 1h34. 16 anos.

Porque assistir:
- Foi exibido em grandes festivais internacionais como o Rotterdam Film Festival na Holanda e o Festival de Guadalajara no México, onde recebeu o Prêmio Maguey. O diretor e roteirista Marcelo Caetano propõe um retrato do hoje sentido nas ruas, sem filtros, baseado no instantâneo e nas reações mais básicas. E ainda que almeje pouco, dotado de uma total ausência de pretensões, o que alcança é impressionante.

Quinta a domingo - 18:55

Local:

Rua Frei Vicente, 12/14 - Quarteirão Cultural do Pelourinho
Tel: 557133211948

Programação

CINE PASEO

SALA 1

  • 10:50 (Exceto domingo) - O ESTRANHO QUE NÓS AMAMOS
  • 12:35 (Exceto domingo) - MONSIEUR & MADAME ADELMAN – UMA HISTÓRIA DE AMOR DO INÍCIO AO FIM
  • 14:50 - COLUMBUS
  • 16:45 - O FILME DA MINHA VIDA
  • 18:50 - COMO NOSSOS PAIS
  • 20:45 - BINGO - O REI DAS MANHÃS

SALA 2

  • 11:20 (Exceto domingo) - ATÉ NUNCA MAIS
  • 13:00 - BYE BYE ALEMANHA
  • 14:55 - LADY MACBETH
  • 16:35 - SAINT AMOUR – NA ROTA DO VINHO
  • 18:30 - UMA MULHER FANTÁSTICA
  • 20:25 (Apenas domingo) - RODIN
  • 20:25 (Exceto domingo) - O CASTELO DE VIDRO

Cinema da Ufba

  • 13:30 (Apenas quinta, sábado, segunda e quarta) - ATÉ NUNCA MAIS
  • 13:30 (Apenas sexta, domingo e terça) - O ESTRANHO QUE NÓS AMAMOS
  • 15:15 - BINGO - O REI DAS MANHÃS
  • 17:15 (Exceto quinta) - LADY MACBETH
  • 18:55 (Exceto quinta) - COLUMBUS
  • 19:00 (Apenas quinta) - CINEMAS EM REDE - ABAIXANDO A MÁQUINA
  • 20:50 (Exceto quinta) - COMO NOSSOS PAIS

Cinema do Museu

  • 13:30 (Apenas sábado, domingo e segunda) - BYE BYE ALEMANHA
  • 15:20 (Exceto terça e quarta) - A GENTE
  • 17:00 - COMO NOSSOS PAIS
  • 18:50 (Exceto quinta) - O FILME DA MINHA VIDA
  • 19:00 (Apenas quinta) - NOITE CURTA
  • 20:55 (Apenas domingo) - GLORY
  • 20:55 (Exceto quinta e domingo) - UMA MULHER FANTÁSTICA

Cine XIV

  • 15:00 (Quinta a domingo) - O FILME DA MINHA VIDA
  • 17:00 (Quinta a domingo) - UMA MULHER FANTÁSTICA
  • 18:55 (Quinta a domingo) - CORPO ELÉTRICO

NOVIDADES

Inscreva-se para receber primeiro a programação e as novidades da Saladearte!

CIRCUITO SALADEARTE

Informações a partir das 14h

Telefones:

Paseo: 71 3015-6867/ UFBA: 71 3237-2331

Museu: 71 3338-2241/ XIV: 71 3321-4334

E-mail: marketing@saladearte.art.br

SALVADOR-BA

PARCEIROS INSTITUCIONAIS: